Como pedi minha namorada em casamento

Eu sempre disse que, se um dia fosse pedir a Laís em casamento, só haveria uma pessoa para ouvir o pedido: ela.

Contudo, acabei preparando uma ocasião de cinema (literalmente), com plateia e tudo.

No último dia 24 de Julho, um domingo friozinho de inverno (mas, ainda assim, com um solzinho agradável), convidei minha namorada para ir ao cinema. O que ela não imaginava é que o filme seria sobre nós (palavras dela).

Ao final do trailer acima, teve início o filme que rodará até o fim de nossas vidas. 

Noivado Laís e Danilo - Danilo, de joelhos, pede Laís em casamento

Eu estava muito nervoso e derrubei uma latinha de refrigerante antes da exibição começar. Afinal de contas, eu tinha zero experiência em pedidos de casamento. Quando a minha (então) namorada percebeu que o trailer falava da gente, ela disse (abre aspas):

– Você sabe que eu vou te matar depois disso, né?

Para a nossa alegria, a reação dela ao final da exibição compensou todo o esforço.

Noivado Laís e Danilo - a entrega da aliança

Melhor ainda foi quando ela olhou para trás e viu que vários de nossos familiares e amigos mais próximos estavam na plateia assistindo tudo.

Noivado Laís e Danilo - familiares e amigos na plateia do cinema

Noivado Laís e Danilo - Danilo e Laís se viram para ver os convidados

[Deste ponto em diante as fotos foram censuradas por motivo de: caras inchadas e vermelhas].

O legal é que foi uma supresa para todo mundo. Acho até que alguns desconfiavam que ia rolar o pedido, mas a maioria estava no escuro. Exceto pelos nossos pais, que sabiam com certeza, porque eu havia contado. Mas só para eles. Os demais achavam que seria “uma homenagem” que eu iria fazer para a Laís e, aos poucos que me perguntaram, eu menti (por uma boa razão) e disse que não seria um pedido de casamento. Quero acreditar que a maioria comprou essa ideia até o último momento 😉

Como foi feito o filme?

O anel já estava comprado desde antes do natal do ano anterior (acredite se quiser). Contudo, eu não conseguia encontrar a ocasião perfeitamente memorável para realizar o pedido. Então, em uma tarde das minhas férias de janeiro, decidi que eu mesmo criaria a ocasião: um pedido no cinema.

Tive a ideia para um roteiro “simples”, que eu achava que me daria pouco trabalho. Fiz este storyboard em menos de uma tarde, no meu caderno mesmo.

Noivado Laís e Danilo - storyboard
O storyboard foi rapidinho de fazer mesmo.

 

Depois do storyboard pronto, o primeiro passo foi fazer a captação dos áudios. Via WhatsApp mesmo eu pedi aos amigos que interpretariam seus papeis “reais” para gravar suas falas e me mandar. Não dei maiores explicações para ninguém, foi só um troço do tipo: “grava para mim ‘blá, blá, blá’ por favor” e pronto. Como passou bastante tempo até terminar o filme, acho que o pessoal até esqueceu que tinha feito isso para mim.

Depois, eu escaneei todas as imagens e fui desenhar direto no Flash Animate, para facilitar na hora de animar. Eu achei que, desse jeito, o processo todo iria ficar mais simples. As ilustrações você pode conferir com mais calma aqui em baixo. Foram 25 ao todo espalhadas em 27 takes (contando alguns com imagens repetidas e sem contar os logotipos “fake” e os letterings que eu tive que inventar para  incluir e deixar com cara de trailer mesmo – claquete de abertura, quotes de críticas de imprensa, ‘premiações’ e tudo o mais).

Ilustrações, animação e edição: Dan Arrows (yo mesmo). E sim, a Laís já mudou o cabelo esse tanto de vezes.

Só que não foi “simples” coisa nenhuma. Entre trabalho, vida de professor, projetos e outros compromissos (e com o complicador de não poder deixar a Laís suspeitar de nada, mesmo dormindo sob o mesmo teto) eu levei seis longos meses para terminar todas as ilustrações, animações (que tinham o objetivo de ser simples mesmo. Paralaxe para tudo o que é lado para facilitar o processo e agilizar o projeto) e a edição do vídeo.

Depois de tudo pronto, até que foi fácil (apesar de corrido) arranjar o local adequado e combinar a surpresa com amigos e familiares.

Aí, ao final do trailer, a própria telona mostrou o pedido que eu verbalizei em seguida.

Noivado Laís e Danilo - Créditos Finais
Eu também gastei um tempinho bom para bolar os nomes nos “créditos”. Quem conhece o casal, sabe o quanto eles fazem “sentido” para nós

–> SPOILER!!! — Ela disse SIM! <3

Músicas utilizadas no trailer:

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS

Obrigado ao pessoal do Cine 104, que cedeu o local para a exibição e o pedido e deixou quase tudo no jeito para a surpresa rolar lindamente.

Obrigado Danilo, Chico, Biza e Débora, os amigos que emprestaram suas vozes para o vídeo (e para a vida real!), em um trabalho de dublagem inigualável!

Obrigado, hermano Mark, por ter feito o registro fotográfico desse momento inesquecível!

Obrigado a todos os amigos e familiares que compareceram e abrilhantaram este momento tão especial.

Obrigado a todos os amigos e familiares que não puderam comparecer mas estiveram conosco de coração.

Obrigado, Laís Menini, amor da minha vida, minha inspiração de todos os dias. Te amo!

Noivado Laís e Danilo - familiares e amigos comemorando com o casal na sala de cinema onde rolou o pedido
Fotos: Mark Greathouse

 

Créditos

BH FILMS presents a TWM and ADD ART production a DAN ARROWS film.
LILA ROCKSHAW, LHO BRONSON, DAN GOAT, ANDREAS BIZA, FRANCIS HENRY, DEBBY CECIL.

“WILL YOU MERRY ME?” (“Casa Comigo?”)

music by BILLY JOEL and PLAIN WHITE T’S score from RUROUNI KENSHIN
editors SON GOKU, d.b.z. EDWARD ELRIC, f.m.a.
production designer DEXTER MORGAN
direction of fotography WALTER WHITE, b.b.
executive producers ROSS GELLER & MONICA GELLER
produced by MEREDITH GREY. screenplay by L. MENINI
directed by DAN ARROWS

www.addsomeart.com

2 thoughts on “Como pedi minha namorada em casamento”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *